'Achei que ia dar tempo. Nunca me arrependi tanto' 

É o que mais se ouve após uma colisão entre um trem e outro veículo. Todos os casos envolvem um forte componente de imprudência ou imperícia - deixar o veículo morrer sobre a linha, por exemplo - e o mais impressionante: todos poderiam ser evitados com medidas muito simples. Parar antes de uma passagem em nível (o cruzamento com a ferrovia), olhar para os dois lados e escutar atentamente, pois os trens possuem sinais sonoros de alerta. Se você assumir este comportamento, as chances de um acidente tornam-se praticamente nulas. 

Além do famoso erro de cálculo, conheça algumas outras armadilhas: 

  • Excesso de confiança, por se tratar de lugares conhecidos. Cuidado, os trens mudam de direção, e o trânsito é muito dinâmico. 
  • Uso de celular ao volante. Além de uma atitude bizarra, gera multa gravíssima, de quase R$ 300. 
  • Dirigir sob efeito de álcool. Atitude de imensa irresponsabiliade, que pode gerar multa de quase R$ 3.000. 
  • Ar-condicionado ligado, som alto e janelas fechadas atrapalham a identificação sonora da chegada do trem. 
  • Não antecipar paradas no trânsito. Seu veículo pode ficar preso, por outros carros, parado sobre a linha. Mantenha distância segura nos cruzamentos. 
 

Motoristas iniciantes

Os cruzamentos ferroviários podem ser um desafio para motoristas sem muita experiência. Acesse a nossa página especial para este público, com um material especialmente criado para as auto escolas e para os próprios motoristas.


Compartilhe

Ajude a disseminar uma nova cultura de segurança, publicando as peças da nossa causa nas mídias sociais.